Júlio Moreira
Poesias, inspirações e vozes interiores
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
As coisas guardadas no armário
Arrumar o armário
   Mexer nos papéis
Puxar o que ficou no fundo
   Mexer nas memórias
   Abrir caixas e pastas
      Escolher o que fica
         é saber do que precisa

Arrumar a casa
é tomar decisões
   entre o que segurar
             e o que liberar

Jogar fora
          chaves
               que já não usa
                     já não abrem nenhuma porta

E queimar coisas
   Oferecer memórias
      ao fogo de purificação
          que na nobreza do Nada
               transfaz nossas cargas

O móvel de madeira antiga
   guarda segredos de muitas vidas
               emoções de muitas fases
               em suas gavetas infindas

Enquanto o ancião cuida seu armário
               o viajante cuida sua mochila
                 o viajante se torna ancião
                      até que um dia deixa sua carga
                                no fogo de purificação
Jumo
Enviado por Jumo em 18/07/2020
Alterado em 18/07/2020
Comentários
Na Beira do Rio R$30,00
Violência contra migrantes no México R$30,00
Marxismo, Direito e Relações Internacionais R$47,50
Direito Internacional – para uma crítica marx... R$40,00
Direito & Cidadania R$30,00
Planes geoestratégicos, securitización y resi... R$1,00
Caderno Latino-Americano. Inspirações das aul... R$1,00
Teoría crítica y derecho contemporáneo R$40,00
Tráfico internacional de pessoas e outros trâ... R$40,00
contato@julio.prosaeverso.net
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links